CUIDADOS

10 cuidados básicos para quem deseja ou já tem um cãozinho

Um cachorro é um presente na vida da pessoa que escolhe ter um ao seu lado, no entanto, assim como uma criança, a presença de um animal requer cuidados que é da responsabilidade de quem decide tê-los na sua casa.

Se você está pretendendo dar este importante passo – ou se até mesmo já deu – separamos algumas dicas que vão lhe ajudar nesse início de caminhada que vai ser maravilhosa e vai lhe trazer muito amor:

  1. Antes de qualquer coisa, lembre-se que ao pegar um animal sob seus cuidados, o tempo médio de vida de um animal doméstico é de 12 anos. Então, verifique se todos os membros da família estão de acordo e se há recursos necessários para mantê-lo, como por exemplo, os gastos com alimentação e veterinário.
  2. Todo cãozinho precisa estar devidamente vermifugado e vacinado, então, antes de qualquer coisa, é necessário verificar na hora da adoção – ou compra – como está essa questão do seu bichinho. Esses tratamentos previnem que ele sofra com possíveis viroses ou mesmo problemas intestinais.
  3. Assim, em conjunto com a primeira dica, está associada à ida a um médico veterinário. O veterinário poderá analisar a questão da vacinação e outras eventualidades em relação ao seu cachorro. Normalmente, a saúde do seu bichinho estará diretamente ligada ao lugar da onde você o tirou. Canis credenciados, por exemplo, costumam ter um acompanhamento constante de um veterinário, mas caso não tenha toda a certeza da situação do pet, o veterinário irá verificar todos os cuidados necessários. O veterinário do seu animal também passará informações sobre o tipo de ração adequada para ele e ainda, orientações sobre castração (caso ele ainda nada castrado).
  4. Ao levar o seu cãozinho para casa, tenha em mente que ele precisa de um lugar cômodo, no qual ele fique abrigado contra o frio, chuva, entre outras coisas.
  5. A alimentação é fundamental para a saúde do seu cachorro, procure rações balanceadas de acordo com o porte e a idade do animal. Tome cuidado também, com o sobrepeso, para alguns animais há necessidade de se retirar o pote depois que ele come, ou ainda, dividir a ração em porções menores durante o dia.
  6. As brincadeiras e atividades físicas são fundamentais para a saúde do seu bichinho, assim é fundamental separar um tempo para levá-lo para passear.
  7. Outro fator fundamental, é que um tutor responsável não deixa seus animais soltos. Além disso, recomenda-se o uso de coleiras com o nome dele e a identificação dos donos, caso ocorra dele se perder.
  8. Tenha muita paciência, é normal que seu animal demore um pouco para entender aonde pode ou não pode fazer as necessidades, ou ainda, em caso dos filhotinhos, os mesmos costumam ser um pouco bagunceiros com as coisas de casa.
  9. Acima de qualquer coisa, dê muito amor e carinho aos seus animais. O cãozinho responde aos estímulos quando é bem tratado e amado, ficando até mais fácil de estimular a socialização e até mesmo um adestramento, caso seja do seu interesse.
  10. Talvez essa não seja uma dica, mas um conselho. Sempre que possível, opte pela adoção – tem muitos animais esperando pelo seu amor.