CUIDADOS

Benefícios e dicas de adestramento do seu cãozinho

Para você que acredita que o adestramento compreende apenas em ensinar truques ao seu bichinho como sentar e rolar, está muito enganado.

É claro que todos nós achamos lindo quando nossos bichinhos realizam esses truques, mas o adestramento está muito além disso. Confira os benefícios do adestramento.

  1. Correção de comportamentos: talvez esse seja o principal motivo que leve as pessoas a procurarem um serviço de adestramento. Dessa forma, pouco a pouco, com o devido treinamento, começarão a desaparecer a desobediência, a agressividade, os maus comportamentos, a ansiedade e o estresse.
  2. Melhorará o vínculo afetivo: o treinamento não distancia o seu animal de você, pelo contrário. Quanto mais ele te vê como o seu líder, a pessoa que garante a ele proteção, alimento e carinho, mais estará garantindo os seus vínculos com ele.
  3. Ele conseguirá se comunicar com você de forma efetiva: por razões óbvias a comunicação entre você e o seu cãozinho pode ser bem complexa. Você acha que ele não te entende ele não consegue decifrar o que estamos pedindo. Além disso, os cães têm uma linguagem corporal – falam muito com a cauda e com as orelhas. Com o adestramento, fica mais fácil entender esses sinais para melhorar ainda mais a nossa comunicação com os animais de estimação.
  4. Conseguirá que toda a família conviva feliz: ás vezes alguns problemas em relação ao comportamento do animal podem interferir em toda a família, então, por isso, o adestramento vai fazer com que toda a família conviva de modo harmonioso.

Mas como fazer?

Especialistas apontam que o treinamento de um cão deve ser feito por adestradores ou ainda, pode ser feito pelo próprio tutor, mas com orientações de um profissional. E ainda, outro fator importante é que apesar de bem fácil o adestramento em filhotes, não está descartado o treinamento em cãezinhos adultos. Resta apenas ter um pouco de paciência para dar o treinamento de forma correta.

No entanto, caso deseje tentar alguns comandos em casa com o seu pet, separamos algumas dicas passadas por adestradores profissionais:

  • O cão não entende o que você está dizendo, mas como está dizendo – ou seja, use palavras em tons agradáveis quando acertar e em tons rígidos para quando errar;
  • Jamais o agrida;
  • Para manter o controle durante as caminhadas é importante segurar a guia com ambas às mãos, deixando-a curta. Mantenha o cão do seu lado esquerdo. Ele deve  ficar sempre à frente dele para indicar o caminho e determinar a velocidade. Toda vez que ele te apressar, diminua o passo, puxe-o mais próximo e diga “não”- de maneira firme.
  • Para latir menos, é importante que seu cão faça atividades que consumam a energia dele, como passeios e brincadeiras;
  • Se o seu cão pula nas pessoas, ele quer chamar atenção , então para que ele pare, é importante ignorar o comportamento, virar as costas para o cão e pedir para que o alvo faça o mesmo.
  • Para adestrar cachorro é importante oferecer uma recompensa sempre que ele obedecer ao comando. Mas acima de qualquer coisa, é preciso ter paciência e focar na repetição.