CUIDADOS

Como vão os dentes do seu cachorro?

Os cuidados com a higiene bucal é um dos segredos para a saúde do animal. Doença periodontal não é problema só nosso. É comum a falta de higienização dos dentes de cães e, assim, ela aparece e pode causar sofrimento para seu pet. Segundo a Associação Brasileira de Odontologia Veterinária (ABOV), oito a cada dez cães apresentam infecções na gengiva e, de acordo com a American Veterinary Dental Society (AVDS), cerca de 80% dos pets precisam de tratamentos dentários após os quatro anos de idade.

 

Normalmente, o que causa a falta da correta higienização oral dos pets é a ausência de tempo dos donos. Por isso, as empresas têm se empenhado em desenvolver produtos de uso prático e com eficácia para resolver o problema.

 

DICAS


O movimento é praticamente igual ao que acontece conosco. Por conta das bactérias formadoras do tártaro, os animais apresentam mau hálito, doença periodontal e podem até perder os dentes. Além disso, o tártaro, em contato com a gengiva, pode provocar inflamações e sangramentos. As bactérias da boca caem na corrente sanguínea, podendo causar doenças em outros órgãos, como rins, coração, fígado e pulmões.

 

Para garantir a saúde dentária do seu pet, a melhor opção é conversar com um veterinário. Mas há dicas que podem ser seguidas. O cão precisa se acostumar com a escovação. Portanto, o dono tem que ter paciência e deve falar palavras de incentivo, dar carinho e agrados. Também pode brincar com ele e levá-lo para passear depois de uma escovação realizada com sucesso.

 

O início dessas práticas pode ser a partir dos dois meses. Outra dica preciosa é usar uma escova apropriada ou uma dedeira, além de creme dental específico.

 

A escovação deve ser feita todos os dias, mas, caso isso não seja possível, é indicada pelo menos três vezes por semana. E, para suprir a falta nos outros dias, pode-se utilizar outras formas de limpeza dental. Existem no mercado produtos como tiras e comprimidos mastigáveis que eliminam o mau hálito e ajudam no controle da placa. Os donos também podem optar por enxaguantes bucais, que podem ser diluídos e adicionados à água dos cães.

 

A última dica é atentar para a alimentação, pois ela é crucial nesse processo. Alimente-o somente com rações de qualidade e ofereça brinquedos que ajudam a limpar os dentes, como os ossinhos e bolinhas de borracha.

 

Fonte: O Povo