CUIDADOS

É benéfico ou não tratar o cachorro como filho?

Quem não possui animais de estimação costuma estranhar a forma de agir de algumas pessoas com animais, já que muitas acabam tratando o bichinho de estimação como um membro da família, ou até mais além, como um verdadeiro filho!

Tratar o cachorro como filho pode até ser estranho para algumas pessoas, mas não existe absolutamente nenhum problema nisso, afinal cães são como crianças, precisam de cuidados, carinho, atenção e muito amor, ou seja, são nossos filhos.

O tratamento de pets dessa forma não é errado, desde que você deixe seu filho crescer de forma independente e saudável. Para você ficar por dentro e descobrir se sua forma de amor é saudável ou não para o seu cão, separamos aqui algumas informações.

O que pode dar errado ao tratar o cachorro como filho?

Como dito inicialmente, não existe problema algum com o fato do seu pet ser parte da família e ter o mesmo tratamento que todos os outros membros. O problema é que muitas pessoas acabam cometendo erros que podem prejudicar muito a vida dos cães.

O excesso de mimo, pode tornar seu cachorro antissocial, sem confiança e totalmente dependente de você.

Mesmo que você não tenha filhos, sabe que crianças devem ser educadas com limites de forma a tornarem-se bons cidadãos, que sabem viver em sociedade, e isso também é válido para os cães.

Nada é mais chato que uma criança mimada, agora imagine um cachorro mimado, autoritário e totalmente humanizado?

Aliás, a humanização de cães é algo extremamente prejudicial, já que faz com que seu cão cada vez mais se distancie dos demais cães, tornando cada vez pior a convivência em “sociedade” do cachorro.

Quais ações são prejudiciais?

Os cães são animais bastante independentes quando orientados da forma correta, ao limitar a capacidade do seu cão você está criando um filho incapaz e totalmente limitado.

Você carregaria seu filho adolescente saudável no colo durante todo um passeio? Ficaria dando comida e água na boca dele? Permitiria que este fizesse tudo na hora que bem entendesse?

Acredito que sua resposta seja não, certo? Então por que você acha que é saudável tratar seu cão dessa forma?

Existe uma diferença entre tratar o cachorro como filho e “agredir” a capacidade do animal. Carregar o cachorro o tempo todo no colo, não deixá-lo ir até a comida e a água, assim como permitir atitudes destrutivas, é sim uma forma de “agressão” direta ao seu bichinho de estimação.

Quem ama, impõe limites, quem ama ensina e conduz ao crescimento, por isso é importante entender a forma correta de criar seu filho.

O que o tratamento humanizado pode causar ao cão?

Além de um temperamento difícil de lidar principalmente para quem está em volta, dificilmente o pai/mãe verá essas atitudes, o cão passa a desenvolver:

  • Ansiedade ao se separar do tutor;
  • Transtornos compulsivos (latidos em excesso, lambeduras, estereotipias, etc);
  • Altos índices de insegurança;
  • Desenvolvimento de medos e fobias;
  • Supressão de comportamentos naturais à espécie;
  • Baixo interesse social com a mesma espécie.

Como tratar o cachorro como filho de forma correta?

Primeiro de tudo, desenvolva a independência e confiança do pet deixando-o sozinho em casa, deixando que o próprio se alimente e caminhe durante os passeios.

Estimular a socialização com outros cães em parques ou locais que existam outros cachorros é uma forma de desenvolver a socialização saudável do seu cachorro.

Caso você esteja cometendo esses erros, as mudanças não devem ser feitas de forma brutal, e sim, com cautela, aos poucos para que a transição se torne fácil para o pet.

E por fim, respeite a individualidade do seu cachorro, apesar do fato de que ele faz parte da família, como cachorro ele precisa ter seu espaço e seu momento para agir como tal. Respeite isso, e construa uma relação de amor e respeito com seu filhinho.

Que tal passar a tratar seu cãozinho com todo o respeito que ele merece? Muitas vezes cometemos erros, além disso, achamos que estamos acertando. Agora você já sabe o que não fazer e as formas erradas de tratar o cachorro como filho.

Siga as dicas e curta os momentos de muito amor com seu melhor amigo!