CUIDADOS

O seu cachorro vai ficar sozinho em casa? Saiba como distraí-lo

Deixar seu cachorro  pode ser um transtorno para você e para os vizinhos? Saiba algumas formas de distrair os animais em casa, evitando latidos e miados, por exemplo

 

Mesmo estando presente parte do dia em casa e reservando sempre um tempo para seu cachorro, basta você sair para ele começar a latir ou uivar e incomodar os vizinhos? Comprou todos os brinquedinhos possíveis para seu cão, mas, mesmo assim, ao chegar em casa, encontra objetos quebrados e ouve reclamações sobre seus miados? Além disso, percebe um comportamento diferente, mais uma demonstração de uma possível ansiedade do animal? Algumas técnicas para distraí-lo na sua ausência podem ajudar.

 

De acordo com a veterinária Esther Reinheimer, a ansiedade desenvolvida pela solidão pode gerar problemas comportamentais como xixi fora do lugar, latidos exagerados, arranhões nos móveis, falta de apetite e mesmo tristeza e depressão. Para garantir o bem-estar do bichinho, a veterinária dá algumas dicas de como deixá-lo entretido e confortável.

 

Oferece uma distração

Procure proporcionar uma brincadeira que não só ajude o pet no gasto da energia acumulada como o entretenha por algum tempo. Um bom exemplo é colocar petiscos em garrafas pets e fazer furinhos no plástico, desafiando o bichinho e instigando seu interesse. “Fazer com que o pet tente pegar a comida brincando é uma forma divertida de passar o tempo e entretê-lo por algumas horas”, explica a veterinária.

 

Espalhe os brinquedos

Os animais já não demonstram o mesmo interesse pelos brinquedos? Tente não deixar todos disponíveis todos os dias. Espalhe os brinquedos pela casa, variando os objetos por dia. Segundo a veterinária, isso causa curiosidade no animal e faz com que ele queira procurar os brinquedos pela casa. “Inserir itens novos também faz parte da estratégica”, destaca.

 

Criatividade

Os animais não fazem questão de brinquedos caros e cheios de tecnologias. Algumas vezes, esses recursos podem ajudar bastante; em outras, objetos como meias, caixas de papelão, tocas, entre outros, podem ser a pedida certa para a distração. “Uma bola de meia, por exemplo, é um prato cheio para passar um bom tempo brincando, principalmente se alguns petiscos estiverem dentro do novo brinquedo”, a veterinária dá a dica.

 

Que tal um passeio?

Levar o animal para passear antes e depois de deixá-lo sozinho é fundamental. O passeio não apenas diverte o pet – variar os trajetos pode deixar o momento ainda mais interessante –, como também gasta energia dele, garantindo uma soneca nas primeiras horas em que estiver sozinho. “Na hora da saída é muito importante que as despedidas não sejam extensas, evitando que os animais sintam mais ansiedade do que o habitual. Converse com o seu companheiro e diga que volta ao final do dia”, indica a veterinária.

 

Dog walker 

Se for possível para seu orçamento, mesmo que não para todos os dias, pense em contratar um dog walker, para passear com seu cão. “Esses profissionais não cobram caro e se dividir com mais vizinhos fica ainda mais em conta contratar o serviço.

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Fonte: https://www20.opovo.com.br/app/revistas/social/2017/04/24/notrsocial,3680544/o-pet-vai-ficar-sozinho-em-casa-saiba-como-distrai-lo.shtml