NOTÍCIAS

Os benefícios da acupuntura

Há muito tempo, o ocidente se rendeu ao oriente. A Medicina tradicional faz uso, com sucesso, das terapias alternativas e, na Veterinária, não é diferente. A acupuntura, que já existe há quatro mil anos, é um bom exemplo disso. “O paciente relaxa através da liberação de substâncias produzidas pelo próprio organismo. Não possui efeito colateral e não é necessário o uso de sedativo durante a sessão”.

 

O método não invasivo é indicado no tratamento da síndrome de insuficiência renal, doença respiratória crônica, cinomose e até para o alívio da dor. “Minha cadelinha tem um problema neurológico de difícil diagnóstico que ainda não foi descoberto. Ela caía muito, batia a cabeça na parede, ficava sem noção de espaço. Também começou a ter problemas no coração, no fígado e edema pulmonar. Para melhorar sua qualidade de vida, principalmente por conta das tonturas e desequilíbrio corporal, foi indicada a acupuntura.

 

Logo na primeira sessão, Bibi já conseguia virar a cabeça para os dois lados com uma certa rapidez e não caía. Também conseguia se coçar com a pata traseira. Eu vinha sofrendo ao ver meu animalzinho caindo a todo momento e isso foi um alívio imenso. Hoje ela está vivendo bem, dentro das suas limitações”.

 

Como a espessura da pele dos animais é a mesma dos humanos, as agulhas usadas na acupuntura animal são semelhantes. É um processo praticamente indolor, variando de acordo com a sensibilidade do paciente e a localização do ponto.

 

“Há também a eletroacupuntura, que são impulsos elétricos aplicados em pontos terapêuticos através de eletrodos, vindos de um aparelho eletroestimulador. É muito usado no alívio da dor, em paralisias”.

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Fonte: https://www20.opovo.com.br/app/colunas/eobicho/2013/11/09/noticiaseobicho,3160189/os-beneficios-da-acupuntura.shtml