NOTÍCIAS

Quando nossos amigos envelhecem…

Quando levamos um animalzinho para casa, é quase impossível não se render às travessuras e descobertas desse novo companheiro. Parece até que eles jamais vão envelhecer. Porém, não adianta querer se enganar, um dia teremos de enfrentar a separação. O melhor caminho é investir na prevenção de doenças, para que o pet chegue à melhor idade com muita qualidade de vida.

 

Hoje é possível prolongar a vida desses companheiros: “A exemplo do ser humano, a longevidade dos cães e gatos vem aumentando consideravelmente. As vacinas, os meios diagnósticos, os exames preventivos e alimentação específica são os principais responsáveis por este avanço na saúde animal. Hoje é comum encontrarmos cães de 13 a 15 anos ainda ativos, saudáveis, sem sinais de velhice. As doenças degenerativas, como obesidade, diabetes, artrites, artroses, insuficiência renal podem ser prevenidas, retardando seu aparecimento”, explica o veterinário, que é especialista em cães e gatos há quase quatro décadas.

 

A medicina laboratorial veterinária também avançou nos exames de prevenção das doenças características da velhice: “Exames geriátricos de rotina são uma maneira de identificar os problemas precocemente. São recomendados para qualquer animal de estimação que apresente ganho ou perda de peso, aumento da sede, perda de apetite, diarreia, convulsões ou outros sintomas”.

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Fonte: https://www20.opovo.com.br/app/colunas/eobicho/2012/10/06/noticiaseobicho,2931657/quando-nossos-amigos-envelhecem.shtml