NOTÍCIAS

Será que a praia é o melhor lugar?

Levar seu pet à praia pode trazer riscos para a saúde do animal e das pessoas. Descubra dicas para evitar problemas em dias de sol e lazer

 

Com a chegada do verão, a praia torna-se destino certo para quem quer desopilar e curtir a época mais quente do ano aproveitando o melhor que o litoral tem a oferecer. Mas será que levar o pet para este destino é uma boa opção?

 

Apesar dos alertas nestes lugares proibindo o contato de animais com a areia, muitos tutores levam seus peludos ao mar e os deixam expostos, imaginando que não haverá consequências. Atitudes assim podem ser muito prejudiciais à saúde do animal e, também, dos seres humanos.

 

Segundo uma médica veterinária, pets podem frequentar o litoral de forma limitada, com tutores sempre ao lado. ‘’ É importante vermifugar o animal após a exposição para que não existam riscos à saúde. Eles entram facilmente em contato com as fezes de outros bichos, podendo contrair doenças. A vermifugação ajuda a evitar problemas deste tipo’.’

 

Se o peludo for curtir o mar mais de perto, atenção para a secagem dos pelos após a saída imediata da água. A pele úmida pode deixar o bichinho resfriado, além de outras complicações.

 

Vale destacar que estes ambientes possuem um número excessivo de mosquitos que transmitem doenças. A principal delas é a Dirofilarose, também conhecida como verme do coração. Os sintomas podem demorar anos para aparecerem, mas costumam ter consequências graves.

 

O excesso de sol e calor deve ser moderado. E não esquecer, principalmente, da hidratação. Assim como os humanos, animais necessitam de muita água para o bom funcionamento do organismo. Ir ao médico veterinário regularmente sempre será a melhor saída para tratar a saúde do pet da melhor forma. Esteja atento!

 

Já para os humanos, os principais riscos são causados através do contato com as fezes dos animais. A doença mais comum é a Larva Migrans, uma infecção causada pelas larvas de parasitas que vivem nos intestinos de cães e gatos, como os helmintos Ancylostoma braziliense ou Ancylostoma caninum.

 

As fezes contaminadas quando em contato com um solo quente, úmido e arenoso se tornam um meio ótimo para a evolução dos ovos, liberando as larvas que, quando em contato com a pele humana, causam complicações.

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Fonte: https://www20.opovo.com.br/app/colunas/eobicho/2016/12/17/noticiaseobicho,3674991/sera-que-a-praia-e-o-melhor-lugar.shtml